‘Suicídios Exemplares’, de Enrique Vila-Matas

Postado por in Non categorizzato | 0 Commenti

Enrique Vila-Matas é um escritor que, para mim, transcende qualquer tipo de grande elogio que a ele tenha sido remetido acompanhado de boas doses de entusiasmo. É um dos escritores que mais me empolgam, um dos meus queridinhos.

Conheci Vila-Matas lendo ‘Bartleby e Companhia’, um livro que narra a história de escritores acometidos pela síndrome de Bartleby, uma espécie de enfermidade psicológica que os impede de criar, e por conseguinte, de escrever novos livros.

leggi di più

‘Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios’, de Marçal Aquino

Postado por in Non categorizzato | 0 Commenti

Sempre que vou à livraria me permito ser seduzida pelos livros que se avolumam nas prateleiras. Cada um tem em si a capacidade de atrair ou não meus olhos e mãos de forma bastante peculiar. Para me ter por inteira o livro e seus atributos sedutores devem conduzir-me até o caixa sem que antes eu me questione seu preço ou a quantidade de outros livros que ainda tenho aguardando leitura na minha estante.

leggi di più

‘o nosso reino’, de valter hugo mãe

Postado por in Non categorizzato | 0 Commenti

‘o nosso reino’ foi o primeiro livro de ficção publicado pelo autor angolano-português valter hugo mãe. Foi publicado em 2004, mas só agora chegou ao Brasil pela editora 34.

O livro é curto. Oito capítulos escritos em menos de 200 páginas. O ritmo da leitura é breve, poucas horas depois do início o fim da leitura já se anuncia. Interessante observar que hugo mãe já adentra o terreno da ficção com maturidade e com seu estilo muito bem definido. O uso das minúsculas, que foi continuado em todos os seus outros livros (a exceção d’O filho de mil homens), o olhar sensível das personagens, o poético e o cruel dividindo o mesmo espaço narrativo…A sensação que se tem é que Hugo Mãe já nasceu um grande escritor.

leggi di più