ARTICOLI RECENTI

‘Ar de Dylan’, de Enrique Vila-Matas

Postado por in Non categorizzato | 0 Commenti

‘Ar de Dylan’ é o último livro lançado pelo escritor catalão Enrique Vila-Matas, que esteve no Brasil em maio durante a última Festa Literária Internacional de Paraty (Flip). Na ocasião o escritor participou da mesa ‘Apenas Literatura’ ao lado do escriba chileno Alejandro Zambra, autor de ‘Bonsai’ (bonsai-de-alejandro-zambra). Vila-Matas também teve a incubência de assumir a mesa vaga pela ausência do escritor e ensaísta francês J.M.G.Le Clézio, vencedor do Prêmio Nobel de Literatura em 2008, que de última hora desmarcou a participação na Flip. Nesta mesa, Vila-Matas apenas leu fragmentos de ‘Ar de Dylan’, postura que dividiu opiniões dos presentes na Tenda dos Autores.

leggi di più

‘Uma história de amor real e supertriste’, de Gary Shteyngart

Postado por in Non categorizzato | 0 Commenti

Gary Shteyngart é mais um dos autores que conheci por meio da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) e que me aguçou a curiosidade. Descendente de russos, nasceu na então Leningrado (atual São Petersburgo) em plena Guerra Fria. Os pais, judeus, resolveram largar o que tinham e tentar a vida nos Estados Unidos quando Gary tinha apenas sete anos.

Dono de uma personalidade carregada de traços de sátira e acidez sem abrir mão do bom humor, o escritor me chamou atenção ao participar da penúltima mesa da Festa, denominada ‘Entre Fronteiras’. A ocasião foi um bate-papo com o escritor Hanif Kureishi, que é filho de paquistaneses e vive na Inglaterra, sobre identidade e condição de estrangeiro nas obras de ambos os autores.

leggi di più

‘On The Road’, de Walter Salles

Postado por in Non categorizzato | 0 Commenti

‘As únicas pessoas pelas quais me interessei foram as loucas. Aquelas que são loucas para viver, loucas para falar. Desejam tudo ao mesmo tempo, desde que possam ser honestas e cúmplices. Elas queimam. Queimam, queimam, como fogos de artifício na noite.’

Ontem fui conferir a versão cinematográfica de ‘Na Estrada’, filme baseado em ‘On The Road’, livro do escritor norte-americano Jack Kerouac. O que posso dizer, como fã do livro, é que o diretor brasileiro Walter Salles conseguiu a contento jogar na tela toda a emoção que Kerouac grafou em sua obra. Algumas cenas são perfeitamente fiéis ao relato do autor no livro.

leggi di più

‘Um Homem: Klaus Klump’, de Gonçalo M. Tavares

Postado por in Non categorizzato | 0 Commenti

‘Um Homem: Klaus Klump’ é o livro de estreia da tetralogia ‘O Reino’, escrita pelo angolano radicado em Portugal Gonçalo M. Tavares. Os demais livros da série são ‘A Máquina de Joseph Walser’, ‘Jerusalém’ e ‘Aprender a rezar na era da técnica’. ‘Jerusalém’, a mais aclamada dentre as obras de ‘O Reino’, recebeu o Prêmio José Saramago em 2005, com direito a elogios acalorados do próprio Saramago, que, descontraído, disse que Tavares escrevia tão bem tendo apenas 35 anos que dava ‘vontade de lhe bater’.

leggi di più

‘Como ficar sozinho’, de Jonathan Franzen

Postado por in Non categorizzato | 0 Commenti

‘Como ficar sozinho’ é uma coletânea de ensaios do escritor norte-americano Jonathan Franzen, autor dos aclamados ‘Liberdade’ e ‘As Correções’. Publicados originalmente nos livros ‘How to be alone’ (2003) e ‘Farther Away’ (2012) e também na revista ‘New Yorker’, os ensaios são uma inserção do escritor na não-ficção tal como ele já havia feito com a publicação de ‘A Zona do Desconforto’, livro de ensaios lançado em 2008 no Brasil.

leggi di più

‘Dentes Negros’, de André de Leones

Postado por in Non categorizzato | 0 Commenti

Atinei para a existência do escritor André de Leones vendo (pela internet, infelizmente) a primeira mesa de debates da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip), que ocorreu na manhã da última quinta-feira. O evento findou-se hoje. A mesa, intitulada ‘Escritas da finitude’, trouxe o tema da morte como inspiração para a literatura. Presentes à mesa, além de André de Leones, estavam os escritores Altair Martins e Carlos de Brito e Mello.

leggi di più

‘O Amante’, de Marguerite Duras

Postado por in Non categorizzato | 0 Commenti

Foi por meio da coleção portátil da editora Cosac Naify que tive acesso ao livro ‘O Amante’, da escritora francesa nascida no Vietnã Marguerite Duras. A edição me custou cerca de 22 reais na Livraria Cultura e me trouxe um conteúdo literário que muito me surpreendeu.

Duras é amplamente conhecida por ser cineasta, além de escritora. Dentre seus filmes mais aclamados está ‘India Song’.

leggi di più